viernes, 4 de mayo de 2012

Na "verde raya" de Monçao (Portugal), 12 maio de 2012: Homenagem aos portugueses mortos pelo franquismo durante a Guerra Civil Espanhola


++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
http://www.apeneiradixital.com/homenagem-aos-portugueses-mortos-pelo-franquismo-na-galiza-durante-a-guerra-civil-espanhola/

Homenagem aos portugueses mortos pelo franquismo na Galiza durante a Guerra Civil espanhola

Monção – Salvaterra de Miño | Cerimónia, que decorrerá no dia 12 de maio, sábado, consta de descerramento de uma placa na Ponte Internacional Monção – Salvaterra e conferência na Casa Museu de Monção/Universidade do Minho. Antigo Presidente da República, Mário Soares, participa na iniciativa.
O Município de Monção presta homenagem aos portugueses mortos pelo franquismo na Galiza durante a guerra civil espanhola com o descerramento de uma placa na Ponte Internacional Monção e Salvaterra (15h00) e uma conferência na Casa Museu de Monção/Universidade do Minho (16h00).
Na cerimónia do descerramento da placa, contendo os nomes dos 56 republicanos portugueses mortos pelo regime franquista naquela província do país vizinho, estão previstas intervenções de José Emílio Moreira (Presidente da Câmara Municipal de Monção), Mário Soares (Presidente da Fundação Mário Soares), António M. Cunha (Reitor da Universidade do Minho) e Fernando Rosas (Instituto de História Contemporânea/Universidade Nova de Lisboa).
Na conferência posterior, a temática será abordada por Lourenzo Fernandez Prieto (Universidade de Santiago de Compostela), Dionísio Pereira (Universidade de Santiago de Compostela), Paula Godinho (Faculdade de Ciências Sociais e Humanas/Universidade Nova de Lisboa) e Norberto Cunha (Universidade do Minho). No final, realiza-se um breve momento musical com o Grupo “Os Sinos da Sé”
O levantamento dos portugueses que pereceram em solo galego naquele período conturbado da história de Espanha foi desenvolvido por um grupo de investigadores da Universidade de Santiago de Compostela com a colaboração da Universidade Nova de Lisboa e Universidade do Minho.
+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
Añadir a esta noticia que este evento es un intercambio con la Asociación Amigos da República (Ourense), tal y como figura en el programa-cartel del acto.

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
Placa-homenaje de la Cámara Municipal de Monçao al poeta Joao Verde (abril 2012).


Azulejo en Monçao con poema de Joao Verde de su libro "A verde Ráya".
(abril 2012 Arch. Diario Médico Guardia )



Vendo-os assim tão pertinho,
A Galiza mailo Minho
São como dois namorados
Que o rio traz separados
Quasi desde o nascimento.
Deixalos, pois, namorar
Já que os pais para casar
Lhes não dão consentimento.
João Verde, em, A Verde Raya


El Minho y las murallas de Monçao (abril 2012). Arch. Diario Médico Guardia.


2 comentarios:

David Simón dijo...

Atila también aplastó portugueses
Un acto recuerda a los 65 emigrantes lusos que los franquistas mataron en la guerra
DANIEL SALGADO Santiago de Compostela 12 MAY 2012 -EL PAIS GALICIA:
http://ccaa.elpais.com/ccaa/2012/05/11/galicia/1336761925_945059.html

David Simón dijo...

Enviado por José Manuel Iglesias: "Na parte inferior remito dirección na cal, a través dunha serie de fotografias, recóllese nun video de 10 minutos, o emotivo Acto de Homenaxe aos Portugueses asesiñados por Franco na Guerra Civil. A celebración realizoúse na fermosa vila de Monçao coa participacion de Institucions Portuguesas e Galegas, contando asimesmo coa asistencia de numeroso público e de familiares dos mortos a maos do fascismo español.

http://youtu.be/Mngz8mdJc3g

Un Saúdo / Saudaçoes cordiais.

José Manuel Iglesias Otero.Ourense"